fbpx

Intenção e Atenção Plena

Neste artigo, vamos refletir sobre a intenção e como ela é importante para a praticarmos meditação e atenção plena.
intenção

A intenção é saber exatamente porque estamos fazendo algo. Muitas vezes, fazemos as coisas sem pensar muito nelas – agimos por impulso ou por hábito.

Mas às vezes, é importante parar e pensar na nossa intenção antes de agir. Isso nos ajudará a tomar decisões melhores e a ter um propósito maior em nossas vidas.

Inscreva-se para receber artigos toda semana

As atitudes inconscientes ocorrem quando fazemos algo sem ter noção do porquê estamos fazendo, quando fazemos por fazer ou porque é o que todos fazem. E isso acontece muito na nossa vida.

Às vezes, até começamos tendo uma intenção, mas a vida vai acontecendo, fatos e decisões que tomamos vão nos levando e, por fim, estamos agindo sem ao menos saber por que estamos agindo. E isso nos traz um senso de infelicidade.

Por outro lado, quando temos uma atitude consciente, sabemos qual é nossa intenção com ela, entendemos que estamos fazendo isso para conseguir algo que queremos ou que realizamos tal coisa para chegar a tal lugar. 

Veremos um exemplo envolvendo um amigo meu para isso ficar mais claro.

Na juventude, meu amigo sonhava em conhecer a Europa com uma mochila nas costas. 

Ele tinha acabado a faculdade, era muito bom no que fazia, então decidiu trabalhar em uma empresa por uns dois anos para juntar dinheiro para essa viagem dos seus sonhos.

Essa era a intenção dele, mas dez anos depois o reencontrei e ele me disse que estava infeliz, pois ainda não havia feito a viagem. 

Quando perguntei o porquê, ele me disse que foi sendo promovido, o salário foi aumentando, o padrão de vida também, e precisou trabalhar mais para sustentar esse padrão.

Isso aconteceu porque a intenção original dele era mochilar pela Europa, mas ele não sustentou essa intenção. E a intenção, quando sustentada, é a arma mais poderosa que temos na vida.

Por exemplo, se falamos para nós mesmos que vamos correr para entrar em forma e começamos empolgados, mas, ao final da primeira semana – lembrem-se que a mente sempre quer economizar energia –, ficamos com preguiça e decidimos ficar no sofá, nossa intenção não foi forte e a mente nos dominou.

Então, se temos uma intenção, temos que deixar bem claro para nossa mente quem manda. E é essa intenção que precisa dominar o nosso cérebro, pois ela vem da nossa divina presença, do nosso eu interior.

O nosso eu interior que deve controlar nosso cérebro e não o nosso cérebro nos controlar. Quando temos uma intenção forte, obrigamos nosso cérebro a fazer o que queremos, mas, quando não temos essa intenção forte, ele faz o que quer.

Agindo sozinho, o cérebro apenas vai reagindo a impulsos externos e tomando controle da nossa vida. E aí, voltando ao exemplo da corrida, apesar de ter a intenção de entrar em forma, como não era uma intenção forte, o cérebro a dominou.

Quando começamos a treinar a Atenção Plena, ocorre o mesmo: nosso cérebro vai reagir contra, pois ele quer ficar na zona de conforto e economizar energia. Por isso, precisamos de uma intenção forte e prática todos os dias.

Com frequência, nesse contexto, ocorre um fenômeno que quem medita conhece bem, que é o cérebro entrar em descontrole. 

Assim, quanto mais tentamos aquietar a mente, mais o cérebro envia um fluxo enorme de pensamentos.

Quando isso ocorrer, não devemos lutar contra esses pensamentos, apenas mantemos firme nossa intenção de observar. Sempre que surgir um pensamento negativo tentando nos dominar, nós simplesmente o observamos.

Lembrem-se que a meditação é um treinamento, ela não é para ser perfeita. E, com o tempo, esse fluxo de pensamentos vai diminuindo. Porém, muitas pessoas desistem nas primeiras vezes porque acham que só a mente delas é indomável.

Mas, vejam, quanto mais pensamentos temos, quanto mais agitados e indomados eles são, mais precisamos da meditação. Afinal, é uma questão de treino dominar esses pensamentos em vez de ser dominado por eles.

É claro, é preciso paciência nos primeiros meses, mas, acreditem, naturalmente, ao longo do treinamento, esse fluxo de pensamentos vai diminuir. Isso é certo, pois é uma técnica que se desenvolve do mesmo modo com todos.

Para finalizar, uma técnica simples para nos ajudar a ter uma intenção clara é escrever essa intenção. Por exemplo: Quero praticar Atenção Plena por causa de (intenção). Assim, sempre que pensarmos em desistir, podemos reler qual foi a nossa intenção para chegarmos até aqui.

Livros Recomendados:

Copyright do texto © 2022 Tibério Z Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas. (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ISBN: 978-65-00-27681-7

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante:Esse site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.