fbpx

Ausência de esforço

A ausência de esforço não é sobre não fazer nada, pelo contrário, é fazermos tudo apenas pelo prazer de fazer.
ausência de esforço

O grande mestre Hélio Couto fala sobre “soltar” para nos explicar acerca da ausência de esforço. Porém, no Ocidente, raras pessoas compreendem esse conceito, pois se trata de uma premissa totalmente oriental, de ordem taoísta e budista.

Quando falamos para as pessoas soltarem, elas acham que soltar é ficar deitado no sofá esperando a vida dar alguma coisa para elas. Mas o soltar é muito mais profundo do que isso, é executarmos uma ação pelo simples prazer de fazê-la.

E quando fazemos algo apenas por prazer, não esperamos resultado algum. Mas isso é um absurdo para os ocidentais, e por isso temos tanta dificuldade em compreender a ausência de esforço.

Inscreva-se para receber artigos toda semana

O ensaio é mais importante que a apresentação

Quando eu era jovem, era diretor de teatro. Nesse contexto, sempre que os atores vinham me perguntar da estreia, eu falava para eles que ela não era importante, que o que realmente merecia destaque era o ensaio.

Isso porque era no ensaio que eles se transformavam como atores e como seres humanos. A estreia é só um resultado, é só um dia. Às vezes, uma peça é ensaiada por meses para ter pouquíssimas apresentações.

Então, a apresentação é só um momento em que se concretiza o resultado de vários meses de trabalho. Não é o essencial. O essencial não é o que ganhamos fazendo algo, mas o que ganhamos durante o ato de fazer.

Mas fazemos exatamente o contrário, passamos a semana inteira desejando o fim de semana, como se só pudéssemos ser felizes por dois dias na semana. Alguns se dedicam cegamente a construir fortuna e só percebem que deixaram de lado laços importantes quando a idade chega.

Só que a semana tem sete dias e podemos ser felizes em todos eles, todo dia pode ser um dia bom, importante e especial de algum modo. E também podemos construir riquezas, mas ela faz muito mais sentido quando há quem se importe conosco para compartilhar os frutos desse esforço.

Se estamos tão focados em uma conquista final, em um prazo, em um momento específico, perdemos o prazer real que é o prazer do caminho, o prazer da ação por si, o prazer que está no dia a dia e nas pequenas coisas.

Depois que alcançamos o alto da montanha, que lugar teremos para ir? Depois que realizamos um objetivo, o que fazemos? Teremos que criar outro objetivo.

Então, podemos viver a vida criando objetivos, ou podemos encarar cada dia como um desafio e termos uma intensidade maior na vida. E essa intensidade de vida vem com a ausência de esforço.

Ausência de esforço é fazer por prazer

E a ausência de esforço é fazermos tudo apenas porque queremos fazer aquilo, sem mais nada envolvido, sem objetivo algum. Fazemos simplesmente porque fazer esse algo nos traz prazer e alegria.

Na Atenção Plena, a ausência de esforço é importante porque, com base nisso, praticamos apenas pelo prazer de praticar. Não meditamos para sermos um supremo meditador, para sermos iluminados, para sermos Buda.

Também não praticamos para aumentar nossa produtividade, nem para diminuir o estresse ou a ansiedade. Isso porque, quando temos esses objetivos, vivemos em autocobrança, e a pressão e o esforço prevalecem.

Assim, passamos a fazer um esforço tremendo para algo simples: sentar-se e respirar. Claro, para isso, precisamos confiar no processo e termos desapego, como vimos anteriormente, pois está tudo interligado.

Então, quando falamos de Atenção Plena, vamos esquecer as metas. A meditação não vai nos levar a lugar algum, nem trazer benefício algum. Meditação é simplesmente o ato de ter mais qualidade e intensidade de vida.

Copyright do texto © 2022 Tibério Z Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas. (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) DA-2022-022903

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Esse site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.