fbpx

Como aprender falar não

Nesse artigo o Prof. Tibério Z responde a questão de um aluno sobre como aprender falar não e colocarmos limites para as pessoas.

Nesse artigo o Prof. Tibério Z responde a questão de um aluno sobre como aprender falar não e a importância de colocarmos limites para as pessoas.

Não sabemos falar não por causa do nosso ego carente, que tem uma grande necessidade de aprovação e de agradar a todos.

Quando dizemos não, morremos de medo de sermos julgados negativamente, de não falarem mais conosco, de não gostarem mais de nós.

Inscreva-se para receber artigos toda semana

Então, usamos a desculpa de não querer magoar o outro, mas, na verdade, estamos com medo da reprovação.

Nossa carência é tão grande porque o ego busca se afirmar e reconhecer sua importância através da opinião alheia.

O ego sozinho não se sustenta, por isso precisamos que nos digam: “Como você é legal!”, “Que cara gente boa você é!”.

O “não” como um ato de amor e respeito

Conforme vamos educando nosso ego e encontrando nosso valor na consciência, mais percebemos que não precisamos da aprovação de ninguém.

Inclusive, não temos controle algum sobre o que pensam de nós, mesmo que façamos tudo sempre para agradar.

Se cada um pensa o que quer, então quando dizemos “não”, não importa o que a outra pessoa vai pensar da gente, isso só diz respeito a ela.

Jesus nos deixou a máxima: “Amar ao próximo como a si mesmo.” Muitas pessoas conseguem amar ao próximo, mas não conseguem amar a si mesmo, e falar “não” é amar a si mesmo.

Porque colocar limites é saber quando passamos a nos prejudicar e a nos machucar.

Podemos ajudar todo mundo, não tem problema, desde que isso não nos prejudique.

Se começou a nos prejudicar em algum nível, mas seguimos fazendo, é falta de amor-próprio.

O amor é também o respeito, e isso nos inclui. Por isso, amor-próprio é respeitar a si sabendo falar não.

Amar é saber falar não.

Pois assim damos real oportunidade do outro aprender e fazer as coisas por si.

Algumas vezes, dizer sim pode ser um ato de desrespeito com o outro também.

O “não” como um filtro

Então, o limite do “não” é até onde nos prejudica, até onde não fere o respeito que temos por nós mesmos.

E se o outro não souber lidar com isso, paciência, o universo está nos livrando de um interesseiro.

Pois, quando a pessoa é nossa amiga de verdade, não tem problemas em aceitar os nossos limites, já que ela não quer ultrapassá-los e nos prejudicar.

Então, seja de que forma for, é melhor falarmos logo o nosso limite e deixar o outro, em seu livre-arbítrio, decidir se ainda quer se relacionar conosco ou se quer partir.

Copyright do texto © 2022 Tibério Z Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas. (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ISBN: 978-65-00-20884-9

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Esse site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.