7 dicas de Como Manter sua Frequência Vibracional Alta

Como Manter sua Frequência Vibracional Alta

Como manter sua frequência vibracional alta é uma questão que tem ganhado destaque em tempos modernos, onde o estresse e a agitação do dia a dia podem facilmente nos desequilibrar. A frequência vibracional refere-se à energia que nosso corpo emite, e ela pode ser influenciada por nossos pensamentos, emoções, ambiente e até mesmo pela alimentação.

Manter essa frequência elevada não só nos ajuda a sentir melhor fisicamente e emocionalmente, mas também a atrair positividade e oportunidades para nossas vidas. Neste artigo, exploraremos técnicas e estratégias para ajudá-lo a elevar e manter sua vibração no mais alto nível, promovendo bem-estar e harmonia em todos os aspectos da vida.

E-book Terapeuta Vibracional

O Conceito de Frequência Vibracional

A frequência vibracional, no sentido metafísico, é um conceito fundamental para entender como nossos pensamentos, emoções e ações interagem com o universo. Inspirado pelo trabalho do Dr. David Hawkins, este conceito sugere que tudo no universo, desde as menores células do nosso corpo até os mais abstratos pensamentos e sentimentos, emite uma frequência energética específica. Esta frequência pode variar de baixa a alta, dependendo de vários fatores.

A Ressonância Energética

Cada frequência vibracional ressoa com energias de frequência semelhante. Isso significa que pensamentos e sentimentos negativos tendem a atrair experiências de frequência similarmente baixa, enquanto pensamentos positivos e amorosos atraem experiências de alta frequência. Essa ressonância cria uma realidade que é diretamente influenciada pelas frequências que emitimos.

No nível celular, nosso corpo também responde a essas frequências. Células e órgãos vibram em frequências específicas, e desequilíbrios nessas frequências podem levar a doenças físicas ou emocionais. A manutenção de uma alta frequência vibracional é, portanto, crucial para a saúde e o bem-estar geral.

Pensamentos geram frequências vibracionais. Pensamentos negativos, como medo e raiva, emitem frequências mais baixas, enquanto pensamentos de amor, gratidão e paz têm frequências mais altas. Nossos pensamentos têm um poderoso impacto sobre nossa frequência vibracional geral, afetando diretamente nossa realidade e bem-estar.

A frequência vibracional de um indivíduo é o resultado de vários fatores, incluindo o que comemos, o que pensamos e como nos sentimos. Alimentos naturais e frescos, por exemplo, têm uma frequência vibracional mais alta do que alimentos processados. Da mesma forma, sentimentos de alegria e amor elevam nossa frequência, enquanto o estresse e a tristeza a diminuem.

Frequência vibracional alta

Aumentar a frequência vibracional é de suma importância no contexto metafísico e na busca pelo bem-estar integral. Este conceito parte do princípio de que tudo no universo, incluindo nós mesmos, é composto de energia que vibra em diferentes frequências. Essas frequências não são apenas medições abstratas; elas têm impactos reais e tangíveis em nossas vidas, saúde e no mundo ao nosso redor.

Ressonância Frequencial

Compreender que nós nos sintonizamos com a frequência que vibramos é fundamental. Se vibramos em frequências de medo, ansiedade ou negatividade, inadvertidamente atraímos experiências e energias de natureza similar. Por exemplo, uma mente dominada pelo medo tende a perceber o mundo de maneira mais ameaçadora, atraindo situações que reforçam esse estado de medo.

Da mesma forma, se nossos pensamentos e emoções operam em frequências mais altas, como as de amor, gratidão e otimismo, atraímos experiências positivas e enriquecedoras. Essa sintonia ocorre porque as energias semelhantes se atraem naturalmente – é a lei da ressonância vibracional.

Além de influenciar nossas experiências de vida e relações interpessoais, a frequência vibracional desempenha um papel crucial na saúde física. As células do nosso corpo também vibram em frequências específicas e uma frequência vibracional alta é geralmente indicativa de boa saúde e vitalidade.

Quando nossas células vibram em frequências mais baixas, devido a fatores como estresse, má alimentação ou pensamentos negativos, nossa saúde geral pode ser comprometida. Essa baixa vibração no nível celular pode criar um ambiente propício para o desenvolvimento de doenças.

Manter uma frequência vibracional alta não é apenas benéfico para atrair experiências positivas e nutrir relacionamentos saudáveis, mas também é essencial para a manutenção da saúde física e emocional. Elevando nossa frequência vibracional, alinhamos nosso ser com estados de maior harmonia, saúde e bem-estar, permitindo-nos viver vidas mais plenas e realizadas.

Curso de Terapia Vibracional

7 dicas de como manter sua frequência vibracional alta

Manter uma frequência vibracional alta é essencial para o bem-estar e a harmonia interior. Elevando nossa vibração, atraímos experiências positivas, melhoramos nossa saúde e fortalecemos relações interpessoais.

As seguintes sete dicas oferecem orientações práticas para aumentar sua frequência vibracional, abrangendo desde o controle dos pensamentos até a importância da terapia. Cada sugestão é um passo rumo a uma vida mais plena, equilibrada e alegre.

Dica 1: Controlando os Pensamentos para Elevar a Frequência Vibracional

Para alcançar uma frequência vibracional alta, é essencial aprender a controlar e entender nossa voz interior. Muitas vezes, nos identificamos com essa voz como se ela fosse a essência de quem somos. No entanto, é importante reconhecer que ela é frequentemente um amálgama de programações passadas, traumas, crenças limitantes e, em alguns casos, até influências externas, como obsessores. Esses elementos podem baixar nossa frequência vibracional se não forem devidamente gerenciados.

Desidentificação dos Pensamentos

A chave para manter uma frequência vibracional alta é a desidentificação com essa voz interior. Precisamos entender que não somos nossos pensamentos. Eles são apenas produtos de nossa mente, influenciados por experiências passadas e condicionamentos. Ao tomar consciência disso, começamos a ter o poder de escolher quais pensamentos queremos alimentar e quais devemos deixar passar.

Práticas como meditação e mindfulness são ferramentas eficazes para aprender a controlar e silenciar a voz interior. Essas técnicas permitem observar os pensamentos sem julgamento e sem se apegar a eles. Com a prática regular, ganha-se maior clareza mental, tranquilidade e a habilidade de manter uma frequência vibracional alta, mesmo diante de desafios.

O silêncio interior é um estado poderoso para alcançar e manter uma frequência vibracional alta. Quando aprendemos a silenciar a mente, abrimos espaço para a intuição e para uma conexão mais profunda com nosso verdadeiro eu. Esse estado de tranquilidade e clareza nos permite sintonizar com frequências mais altas de consciência e bem-estar.

Ao dominar o controle dos pensamentos e cultivar o silêncio interior, estabelecemos uma base sólida para viver com uma frequência vibracional alta, atraindo experiências positivas e promovendo um estado de saúde e harmonia contínuos.

Dica 2: Praticar Atividade Física para Manter a Frequência Vibracional Alta

A prática regular de atividade física é uma estratégia eficaz para manter uma frequência vibracional alta. Do ponto de vista neurológico, o exercício físico tem um impacto profundo no cérebro. Quando nos exercitamos, nosso corpo libera uma variedade de neurotransmissores, como endorfinas, dopamina e serotonina, que são essenciais para a sensação de bem-estar, felicidade e relaxamento.

Mudanças Químicas e Fisiológicas no Cérebro

As endorfinas, frequentemente referidas como os ‘químicos da felicidade’, ajudam a aliviar a dor e o estresse, promovendo uma sensação de euforia. A dopamina, por sua vez, está associada ao sistema de recompensa do cérebro, melhorando o humor e a motivação. A serotonina, conhecida como o neurotransmissor do bem-estar, regula o humor, o sono e o apetite. A atividade física regular estimula a produção desses neurotransmissores, contribuindo para uma sensação aumentada de paz e energia interior.

Além dos benefícios químicos e fisiológicos, o exercício físico também promove uma melhora na saúde mental e física. Isso se reflete em uma frequência vibracional mais alta. Ao nos sentirmos mais energizados, motivados e em paz, estamos mais aptos a emitir e sustentar frequências vibracionais elevadas. Isso atrai experiências positivas e cria um ciclo virtuoso de bem-estar e energia positiva.

Incluir uma rotina de exercícios adequada ao seu estilo de vida e capacidades físicas é crucial. Isso pode variar desde atividades aeróbicas, como caminhar, correr ou nadar, até práticas mais calmas, como yoga ou tai chi. O importante é encontrar uma atividade que você goste e que traga satisfação, pois isso também contribui para a elevação da frequência vibracional.

Ao integrar a atividade física em sua rotina diária, você estará não apenas melhorando sua saúde e bem-estar físico, mas também promovendo uma frequência vibracional alta, essencial para uma vida equilibrada e harmoniosa.

Dica 3: Alimentação Consciente para Elevação da Frequência Vibracional

A alimentação tem um papel crucial em como manter uma frequência vibracional alta. Cada alimento possui uma frequência própria, e ao consumi-los, estamos, de certa forma, equalizando nosso campo vibracional com o do alimento. Essa harmonização influencia diretamente a vibração de todas as células do nosso corpo. Portanto, a escolha dos alimentos é essencial para manter uma alta frequência vibracional.

Alimentos e Suas Frequências Vibracionais

Alimentos naturais, frescos e orgânicos tendem a ter frequências vibracionais mais altas em comparação com alimentos processados ou industrializados. Quando ingerimos alimentos com alta frequência vibracional, como frutas frescas, vegetais e grãos integrais, estamos elevando a vibração do nosso corpo, contribuindo para uma maior vitalidade e bem-estar.

Existem certos alimentos que são conhecidos por serem prejudiciais à saúde e que podem baixar nossa frequência vibracional. Entre eles estão o glúten, laticínios e açúcar. O glúten, encontrado em muitos grãos, pode causar inflamação e desconforto, especialmente para pessoas com sensibilidade ou intolerância ao glúten.

Os laticínios, por sua vez, podem ser problemáticos para muitas pessoas devido à lactose e a certas proteínas do leite. O açúcar, especialmente em excesso, pode levar a uma série de problemas de saúde, incluindo obesidade, diabetes tipo 2 e doenças cardíacas. Além disso, o açúcar pode causar picos e quedas nos níveis de energia, afetando negativamente nossa frequência vibracional.

Ao optar por uma dieta rica em alimentos naturais e minimamente processados, e evitando aqueles que são conhecidos por serem prejudiciais, não só estamos cuidando da nossa saúde física, mas também estamos ativamente trabalhando para manter e elevar nossa frequência vibracional. Uma alimentação saudável e equilibrada é um dos pilares para uma vida vibrante e energizada.

Dica 4: Consumo Consciente de Conteúdo para Elevar a Frequência Vibracional

Assim como os alimentos que ingerimos, o conteúdo que consumimos mentalmente tem um impacto significativo em nossa frequência vibracional. Expor-se constantemente a conteúdos tóxicos, sejam eles notícias negativas, programas de TV focados em desgraças, ou interações com pessoas negativas, pode diminuir significativamente nossa frequência vibracional. É fundamental estar ciente do tipo de informação e energia que estamos absorvendo em nossa vida cotidiana.

Evitando Conteúdos Tóxicos

Para manter uma frequência vibracional alta, é crucial limitar a exposição a conteúdos que drenam nossa energia ou nos fazem sentir negativos e desamparados. Isso inclui noticiários sensacionalistas, programas de televisão que destacam aspectos negativos da sociedade, fofocas e interações com pessoas que tendem a ver o mundo de maneira pessimista. Esses tipos de conteúdos podem alimentar sentimentos de medo, ansiedade e desesperança, afetando diretamente nossa vibração energética.

Em contrapartida, devemos buscar conteúdos que são enriquecedores, inspiradores e positivos. Isso pode incluir livros, podcasts, programas e filmes que elevam nosso espírito, motivam e educam. Interagir com pessoas que têm uma visão positiva da vida e que nos apoiam também contribui para manter uma alta frequência vibracional. Essas escolhas conscientes em relação ao que consumimos mentalmente podem ter um efeito profundo em nossa saúde mental e emocional.

Criar um ambiente mental saudável é essencial para sustentar uma frequência vibracional alta. Isso envolve estar consciente do impacto que nosso consumo de mídia e interações sociais têm em nossa energia e bem-estar. Ao nos cercarmos de influências positivas e construtivas, fortalecemos nossa resiliência mental e emocional, permitindo-nos vibrar em uma frequência mais elevada e atrair experiências mais positivas em nossas vidas.

Dica 5: Praticando a Gratidão para Acessar a Frequência da Abundância

A prática da gratidão é uma poderosa ferramenta para elevar nossa frequência vibracional. Quando expressamos gratidão, movemo-nos da frequência da carência para a frequência da abundância. Em um estado de gratidão, reconhecemos e valorizamos o que já temos, ao invés de nos fixarmos no que nos falta. Este simples ato de apreciação pode transformar nossa perspectiva e, consequentemente, nossa realidade vibracional.

Saindo da Frequência de Carência

Muitas vezes, ao pedir constantemente ao universo, estamos subconscientemente reforçando uma mentalidade de escassez e carência. Essa atitude sugere uma falta, uma ausência de algo em nossas vidas. Ao vivermos nesse estado de desejo constante, acabamos vibrando numa frequência que enfatiza a falta, o que pode, paradoxalmente, impedir a manifestação daquilo que desejamos.

Por outro lado, quando praticamos a gratidão, estamos afirmando que já possuímos o que precisamos e desejamos. Este reconhecimento não só nos traz uma sensação de satisfação e plenitude, mas também nos alinha com a frequência da abundância. Ao agradecer, sinalizamos ao universo que reconhecemos e valorizamos as bênçãos presentes em nossa vida, abrindo espaço para mais abundância e prosperidade.

A prática da gratidão pode ser incorporada na rotina diária de maneiras simples. Pode começar com manter um diário de gratidão, onde anota diariamente as coisas pelas quais é grato. Pode ser algo tão simples quanto um belo pôr do sol, um bom café ou um gesto gentil de um estranho. Outra prática é a meditação da gratidão, onde se reflete sobre as bênçãos da vida e se sente genuinamente grato por elas.

Adotar a prática da gratidão não apenas melhora nosso bem-estar emocional e mental, mas também nos coloca em uma frequência vibracional que atrai mais motivos para sermos gratos. É um ciclo virtuoso de positividade e abundância.

Dica 6: O Poder do Perdão para Elevar a Frequência Vibracional

O perdão é uma ferramenta poderosa para elevar nossa frequência vibracional. Ressentimentos, mágoas e ódio são emoções que ressoam em frequências baixas e causam dano principalmente àqueles que os sustentam. Ao perdoar, liberamos essas energias negativas e nos alinhamos com frequências mais altas de paz, compreensão e amor.

O Impacto do Perdão na Frequência Vibracional

Manter sentimentos de raiva ou mágoa em relação a outras pessoas pode criar um peso emocional que afeta profundamente nossa saúde mental e física. Isso se reflete em uma frequência vibracional mais baixa. O perdão, por outro lado, não significa esquecer ou justificar o que aconteceu, mas sim libertar-se da carga emocional associada àquela experiência.

A Importância do Autoperdão

Frequentemente, é mais fácil perdoar os outros do que a nós mesmos. O autoperdão é essencial para manter uma alta frequência vibracional. Muitas vezes, somos nossos maiores críticos, revivendo erros passados e nos punindo por eles. Essa autocrítica severa pode nos manter em uma frequência de culpa e arrependimento. É vital reconhecer que todos cometemos erros e que eles são parte do nosso crescimento e aprendizado.

Praticar o perdão e o autoperdão pode começar com exercícios de reflexão e meditação. Pode-se começar identificando sentimentos de raiva, mágoa ou culpa e, em seguida, trabalhar conscientemente para liberá-los. Isso pode incluir meditações focadas no perdão, escrever cartas de perdão (que não precisam ser enviadas) ou simplesmente afirmar para si mesmo a intenção de perdoar e se libertar desses sentimentos.

É importante abraçar nossa história pessoal, reconhecendo que cada erro e acerto nos trouxe ao ponto em que estamos hoje. Perdoar quem fomos no passado é um ato de amor próprio e aceitação, permitindo-nos avançar com compaixão e entendimento. Ao adotar o perdão, tanto em relação aos outros quanto a nós mesmos, nos alinhamos com uma frequência vibracional mais elevada, cheia de paz e harmonia.

Dica 7: A Importância da Terapia para Alcançar uma Alta Frequência Vibracional

Fazer terapia é uma etapa crucial para manter uma frequência vibracional alta, especialmente quando enfrentamos dificuldades em nos compreender e lidar com nossos próprios padrões comportamentais e emocionais. Muitas vezes, não somos capazes de enxergar claramente nossos próprios bloqueios e desafios, e a assistência de um profissional pode ser inestimável nesse processo de autoconhecimento e crescimento.

Terapia como Ferramenta de Libertação

A terapia oferece um espaço seguro e acolhedor para explorar e organizar nossa história, sentimentos e pensamentos. Com a ajuda de um terapeuta, podemos começar a desemaranhar os fios complexos de nossas experiências de vida, identificar e mudar padrões destrutivos e desenvolver estratégias mais saudáveis para lidar com nossas emoções e desafios. Esse processo de descoberta e cura interna é libertador e contribui significativamente para elevar nossa frequência vibracional.

Assim como em outras áreas da vida, ter mentores e guias é vital. Na jornada de crescimento pessoal e espiritual, um terapeuta atua como um mentor, oferecendo orientação, insights e apoio. Eles nos ajudam a ver as coisas sob uma nova perspectiva, incentivando a autocompreensão e a transformação pessoal.

Ao resolver questões internas e aprender a gerenciar melhor nossas emoções e reações, estamos, de fato, limpando o caminho para uma maior harmonia interior e exterior. A terapia nos ajuda a alcançar um estado mental mais equilibrado e sereno, o que é essencial para manter uma alta frequência vibracional. Quando nossa mente está clara e nosso coração está em paz, naturalmente vibramos em uma frequência mais elevada.

Investir em terapia é investir no próprio bem-estar e crescimento. É um passo importante para quem busca não apenas resolver questões pontuais, mas também para quem deseja viver em uma frequência vibracional mais alta, com mais alegria, paz e satisfação.

Livros sobre frequência vibracional alta

David r. hawkins – Poder vs. força os determinantes ocultos do comportamento humano

“Poder vs. Força: Os Determinantes Ocultos do Comportamento Humano”, de David R. Hawkins, explora a diferença entre o poder autêntico e a força bruta na consciência humana. Hawkins, um psiquiatra renomado, distingue ‘poder’, originado da verdade e amor, de ‘força’, associada ao ego e medo. O livro combina ciência, filosofia e espiritualidade, oferecendo insights sobre como essas forças influenciam nossas vidas e decisões. É uma leitura vital para entender o verdadeiro poder e seu impacto transformador.

Penney Peirce – Frequência vibracional: As nove fases da transformação pessoal para utilizar todo o potencial da energia interior

“Frequência Vibracional: As Nove Fases da Transformação Pessoal para Utilizar Todo o Potencial da Energia Interior”, de Penney Peirce, é um guia inovador sobre como entender e utilizar a energia pessoal para a transformação e crescimento espiritual. Peirce, uma especialista em intuição e sensibilidade energética, descreve nove fases distintas que as pessoas atravessam ao elevar sua frequência vibracional.

Deepak Chopra – Você é o universo: Crie sua realidade quântica e transforme sua vida

“Você é o Universo: Crie Sua Realidade Quântica e Transforme Sua Vida”, de Deepak Chopra, é uma obra que combina ciência e espiritualidade para explorar como nossa compreensão do universo e da consciência pode transformar nossa experiência de vida. Chopra, um renomado autor e líder espiritual, argumenta que a realidade é uma projeção da nossa mente e que, ao compreender os princípios da física quântica, podemos começar a moldar conscientemente nossa realidade.

Amit Goswami – O universo autoconsciente: Como a consciência cria o mundo material

“O Universo Autoconsciente: Como a Consciência Cria o Mundo Material”, de Amit Goswami, é uma obra intrigante que desafia as fronteiras entre ciência e espiritualidade. Goswami, um físico teórico, propõe uma visão revolucionária da realidade, argumentando que a consciência, e não a matéria, é a base fundamental do universo. Ele utiliza conceitos da física quântica para explicar como a consciência pode influenciar a manifestação do mundo material.

Conclusão

Manter uma alta frequência vibracional é uma jornada contínua que exige consciência, dedicação e prática. Embora existam desafios no caminho, as recompensas de viver em um estado elevado de energia são inúmeras.

Desde melhor saúde física e emocional até uma conexão mais profunda com o universo e com os outros, os benefícios de se esforçar para manter uma vibração elevada são imensuráveis.

É importante lembrar que todos têm seus próprios ritmos e que é natural experimentar altos e baixos. O objetivo não é alcançar uma alta frequência vibracional e mantê-la indefinidamente, mas sim cultivar ferramentas e práticas que nos ajudem a retornar a esse estado elevado sempre que nos desviarmos dele.

Ao incorporar as estratégias e dicas discutidas neste artigo, e ao reconhecer e superar os desafios inerentes, você estará bem equipado para navegar pela jornada de elevar e manter sua frequência vibracional. Lembre-se de que a jornada é tão importante quanto o destino e que cada passo no caminho é uma oportunidade de crescimento, aprendizado e transformação.

Entre na lista

Inscreva-se para receber um presente e artigos semanais para aprofundar seus estudos:

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Descubra como parar de idealizar as pessoas, entendendo a psicologia por trás desse hábito e adotando estratégias para relações mais realistas.

atenção

Acabo de enviar um e-mail para você. Para garantir que receberá meu conteúdo, confirme sua inscrição clicando no link dentro do e-mail. Caso não encontre, verifique a caixa de spam. Aguardo você!

Inscreva-se no meu grupo

Inscreva-se no meu grupo do Telegram e receba diariamente artigos, vídeos, dicas de leitura, comunicados de lives e muito mais…