fbpx

Desorganização do tempo

Desorganização do tempo

Como vimos anteriormente, o tempo, assim como o dinheiro, é um bem finito. Não temos todo o tempo do mundo. Aliás, o que menos temos aqui no planeta Terra é tempo, visto que já nascemos com hora de partir.

Inscreva-se para receber artigos toda semana

Na medicina chinesa, usamos o conceito chi vital como marcador desse tempo finito. O chi vital é como uma vela de energia que fica entre os rins. Quando nascemos, essa vela está grande, mas, conforme vamos vivendo, a vela vai sendo consumida. Quando o chi vital acaba, uma série de doenças invadem o corpo físico e acabamos desencarnando.

Então, independentemente do qual viés olhemos, o tempo é um recurso limitado, e administrá-lo bem é fundamental. Usar bem o tempo implica em fazer boas escolhas, optando por usá-lo para estudar e para obter mais conhecimento.

Além disso, administrar o tempo é saber separar o tempo das coisas, pois tudo tem um tempo e um momento para ser feito. Existe o momento de trabalhar, de passear com o cachorro, de estar em família, e cada um desses momentos nos traz prazer.

Mas o mais comum em nossa sociedade é que estejamos trabalhando pensando no passeio, passeando com o cachorro pensando na família, almoçando com a família pensando nas tarefas de casa… Assim, estamos em qualquer lugar, mas nunca no agora. Administrar o tempo é fazer, com concentração, o que cada momento pede. Se estamos trabalhando, não interessa o WhatsApp ou se alguém quer que a gente vá na padaria.

Quando o momento de trabalhar acaba, esquecemos o trabalho e nos permitimos descansar verdadeiramente. Se não fizermos isso, nossa vida passa a ser apenas trabalho, e a sobrecarga vem.

Quando fazemos apenas uma coisa o dia inteiro, e sem foco, a sensação de frustração e tédio começam a drenar nossa energia. Vamos desanimando e perdendo o gosto pelo que estamos fazendo. Como seres, precisamos ter várias experiências durante um dia, nosso cérebro físico não foi preparado para reviver a mesma coisa sempre. Precisamos de experiências diferentes para nos sentirmos vivos e energizados.

E assim como só trabalhar não é benéfico, só descansar também não é. Novamente, não é a tarefa em si que é negativa. Não é ruim ver um filme comendo uma pipoca, agora, passar o dia inteiro em frente à televisão é negativo, sim, para nós. Negativo no sentido de que não estamos estimulando nosso cérebro, estamos usando sempre a mesma rede de sinapses. Dessa forma, estamos atrofiando nossa capacidade mental. Repito, o cérebro precisa de novas e variadas experiências.

Para administrar nosso tempo, termos essas novas experiências e cumprirmos as tarefas necessárias em nosso dia a dia, precisamos de disciplina. Fazer as atividades do começo ao fim, lembram? Porque, senão, a energia dispersa, o foco se perde, bem como a qualidade e a produtividade caem. Ficamos presos sempre nas mesmas tarefas, e isso vira uma bola de neve do tédio mental. Depois disso, estamos a um passo de cair na desordem e no caos mental. Aí o dia é totalmente improdutivo, tudo em nossa vida fica uma bagunça: o tempo, a casa, as finanças, o trabalho e todos os elementos que nos envolvem.

Digo, ainda, que a prosperidade só vem quando tudo está organizado. Quantas vezes não achamos que nossa casa está pesada energeticamente, quando, na verdade, uma boa faxina e certa organização tirariam essa nuvem cinza do local? Por isso, se a mente está confusa e a energia pesada, devemos começar simplesmente limpando e organizando a casa. Arrumá-la, limpá-la, organizar armários, doar o que não usamos e colocar fora o que não presta é terapêutico.

Vejam, nosso exterior é reflexo do nosso interior. Se o armário está bagunçado, é porque nossa mente está bagunçada. Com a mente em desordem, não é possível conseguir algo na vida, aliás, iremos atrair somente mais desordem. Então, organizando o exterior, organizamos a mente, somos mais produtivos e vivos no momento presente. Organizando melhor nosso tempo e recursos, entregamos nosso melhor ao mundo.

Livros Recomendados:

Copyright do texto © 2022 Tibério Z Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas. (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ISBN: 978-65-00-27681-7

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante:Esse site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.