Intenção é a chave que controla o universo

intenção inflexível

A intenção é uma força poderosa que tem o potencial de moldar a realidade e criar mudanças significativas em nossas vidas. Desde as escolas iniciáticas antigas até a ciência moderna, a intenção tem sido reconhecida como a chave para controlar a realidade objetiva.

Neste artigo, veremos como a intenção pode ser uma ordem para o Universo e como ela pode nos ajudar a cocriar a realidade que desejamos. A intenção é uma ferramenta poderosa que todos nós possuímos, e é importante aprendermos a usá-la com sabedoria e discernimento para transformar nossas vidas e o mundo ao nosso redor.

intenção e intencionar

Definição de intenção

Intenção é uma força interna que direciona a mente e a energia para um objetivo específico. É a vontade consciente e determinada de alcançar algo ou fazer algo acontecer. A intenção é uma poderosa ferramenta de manifestação e cocriação, que pode ser usada para alcançar objetivos pessoais, profissionais, espirituais e de saúde.

A intenção é uma habilidade que pode ser desenvolvida e aprimorada. Quando utilizada de forma consciente e assertiva, a intenção pode levar a resultados incríveis. A intenção é o ponto de partida para a criação de uma realidade desejada. É a chave que abre a porta para uma vida plena e realizada.

A intenção é o desejo de manifestar algo específico, e a intenção é a energia que move a manifestação em direção ao seu objetivo. Quando a intenção é focada e forte, ela é capaz de atrair pessoas, situações e oportunidades que estão alinhadas com o objetivo desejado. A intenção também pode ser usada para afastar coisas indesejáveis.

A intenção pode ser praticada de diversas maneiras, como por meio da meditação, da visualização, da afirmação positiva e da declaração verbal. Essas práticas ajudam a criar um estado de consciência expandido, que é necessário para se conectar com a energia da intenção. Quando a intenção é acompanhada por emoções positivas, como amor, gratidão e alegria, ela se torna ainda mais poderosa.

A intenção é uma ferramenta de poder pessoal que está disponível para todos. Quando usada de forma consciente e responsável, ela pode levar a uma vida mais realizada, equilibrada e feliz. A intenção é uma habilidade que pode ser desenvolvida e aprimorada ao longo da vida, e é uma ferramenta essencial para quem deseja criar uma realidade alinhada com seus sonhos e desejos mais profundos.

O papel da intenção nas escolas iniciáticas

Nas escolas iniciáticas, a intenção é vista como um dos principais elementos a serem trabalhados pelos alunos após o ego. Esse processo é necessário para que os estudantes possam aprender a manipular a energia e controlar a realidade objetiva.

Desde o tempo do Hermetismo no Egito, passando pelo Xamanismo e por todas as escolas iniciáticas, a intenção sempre foi a chave principal para o controle da realidade objetiva. Na verdade, a intenção é uma habilidade fundamental para trabalhos mágicos e terapias alternativas, já que sem ela não é possível fazer nada.

Os iniciados aprendem que a intenção é como uma ordem para o Universo. Quando alguém faz um pedido para o Universo, é a intenção dessa pessoa que, atravessando a malha quântica e os entrelaçamentos quânticos, materializa o que foi solicitado na vida da pessoa.

Porém, desenvolver a habilidade de colapsar uma onda, de ter uma intenção firme a ponto de ela ser uma ordem para o Universo, não é algo simples. Para que isso aconteça, é necessário que o ego esteja equilibrado, maduro e desenvolvido.

O trabalho em terapia quântica é justamente esse: tornar o ego infantil em um ego adulto, para que esse ego adulto possa se fundir com o Criador e, juntos, se tornem uma entidade. Divino e ego passam a ser o Yin e o Yang, em equilíbrio. E aí, nesse momento, a pessoa tem o “poder” de colapsar a onda, ela consegue intencionar algo para o Universo e garantir que o desejado aconteça em sua vida.

A intenção é uma habilidade fundamental que precisa ser trabalhada constantemente pelos alunos das escolas iniciáticas. Quando o ego está equilibrado e maduro, a intenção se torna uma ordem para o Universo e a cocriação se torna possível.

Intenção e energia

A intenção e a energia estão profundamente relacionadas, uma vez que a intenção é responsável por direcionar a energia. A energia é a força que impulsiona a manifestação da realidade, e a intenção é o que determina o caminho que essa energia seguirá.

Quando temos uma intenção clara e focada, estamos enviando um sinal ao universo de que desejamos que determinado evento ou situação se manifeste em nossa vida. Essa intenção, por sua vez, atrai energia para que a manifestação ocorra.

Por exemplo, se temos a intenção de encontrar um novo emprego, estamos direcionando a energia para atrair as oportunidades que nos levarão a alcançar esse objetivo. Ao contrário, se não temos uma intenção clara, a energia fica dispersa e não consegue atuar de forma efetiva em nossa vida.

Além disso, a energia não é apenas a força que impulsiona a manifestação da realidade, mas também é o que nos conecta com o universo e com outras pessoas. Quando estamos em uma frequência vibracional elevada, estamos emitindo uma energia positiva e atraindo situações e pessoas que vibram na mesma frequência.

Por isso, é importante ter uma intenção positiva e alinhada com nossos valores e propósito de vida. Quando nossa intenção é baseada no amor, na gratidão e na generosidade, estamos emitindo uma energia positiva e atraindo mais abundância e prosperidade em nossa vida.

Por outro lado, se nossas intenções são baseadas no medo, na raiva e na inveja, estamos emitindo uma energia negativa e atraindo situações e pessoas que vibram na mesma frequência.

Por isso, é importante lembrar que a intenção e a energia que emanamos não apenas afetam nossa própria vida, mas também influenciam o ambiente ao nosso redor e as pessoas com as quais interagimos.

Em resumo, a intenção é o que direciona a energia e a energia é o que impulsiona a manifestação da realidade. Por isso, é fundamental manter uma intenção clara e positiva, que esteja alinhada com nossos valores e propósito de vida, para atrair a energia necessária para alcançar nossos objetivos e viver em harmonia com o universo e as pessoas ao nosso redor.

A ciência moderna e a intenção

A intenção é um tema que sempre esteve presente em diversas tradições espirituais e filosóficas ao longo da história, mas nos últimos anos, a ciência moderna também tem se interessado por esse assunto. Isso porque a intenção está diretamente relacionada com a física quântica, um ramo da ciência que estuda o comportamento da matéria em nível subatômico.

Na mecânica quântica, a intenção é vista como um fator determinante na manifestação da realidade objetiva. Isso porque, segundo a teoria quântica, a matéria só se manifesta em forma de partículas quando há uma observação consciente ou uma medição do fenômeno. Isso significa que a matéria não tem existência concreta e objetiva até que seja observada ou medida por um ser consciente.

Essa ideia de que a consciência é necessária para a manifestação da realidade objetiva foi proposta pela primeira vez por Eugene Wigner, um físico teórico húngaro, em 1961. Ele propôs o chamado “postulado de Wigner”, que afirma que a consciência é necessária para a observação do colapso da função de onda, um dos conceitos fundamentais da física quântica.

Desde então, vários experimentos têm sido realizados para comprovar a relação entre a consciência e a manifestação da realidade objetiva. Um dos experimentos mais conhecidos é o experimento da dupla fenda, que mostra como a observação consciente pode afetar o comportamento das partículas subatômicas.

Nesse experimento, um feixe de elétrons é disparado em direção a uma placa com duas fendas. Quando o feixe passa pelas fendas, ele cria um padrão de interferência característico de onda. No entanto, quando o experimento é observado, ou seja, quando há um observador consciente, o padrão de interferência desaparece e as partículas passam a se comportar como partículas individuais, sem criar um padrão de interferência.

Isso mostra que a observação consciente afeta diretamente o comportamento das partículas subatômicas, e que a consciência é um fator determinante na manifestação da realidade objetiva.

Portanto, a ciência moderna tem mostrado cada vez mais a relação entre a intenção e a energia, e como a nossa intenção pode afetar diretamente a realidade objetiva. Isso tem implicações profundas na forma como entendemos a natureza da realidade e como podemos utilizar a nossa intenção para manifestar a realidade que desejamos.

A intenção como ordem para o Universo

A intenção é como uma ordem para o universo, atravessando a malha quântica e os entrelaçamentos quânticos para materializar o que foi solicitado na vida da pessoa. A intenção também é conhecida na ciência moderna como o colapso da função de onda, que é o momento em que um estado quântico se torna realidade observável.

A intenção é a parte da centelha divina em nós que dá a ordem para o universo e manipula as ondas, ou seja, quem cocria é o Criador. A única entidade capaz de criar algo no universo é o próprio Criador, e como somos uma partícula Dele, essa é a parte em nós que dá a ordem para o universo e manipula as ondas, ou seja, quem cocria é o Criador.

O fato de termos dificuldades em colapsar a onda de tudo o que desejamos é um dispositivo de proteção com que o Divino nos presenteou para exercermos enquanto trabalhamos nosso ego, caso contrário, a humanidade poderia se autodestruir rapidamente.

Por isso, não colapsarmos a função de onda com facilidade é uma válvula de segurança para nós, espíritos que ainda estão desenvolvendo o ego e, portanto, não controlam suas emoções e seus pensamentos.

Para cocriarmos com o universo, precisamos estar na mesma frequência vibracional do Divino. O Universo é composto de frequências vibracionais, então, se nos colocamos na frequência vibracional do Divino, atraímos sem nenhum esforço tudo de positivo que o Criador emana para nossa vida.

Perceba que a intenção é uma contradição. Quanto mais queremos uma coisa, menos ela se realiza, mas, quando soltamos e deixamos na mão do universo, as coisas acontecem. Por isso que, quando ensinamos sobre cocriação, não aconselhamos a ficar mentalizando o que queremos todos os dias, pois isso pode nos colocar na frequência da falta.

Para colapsar a onda e manifestar a intenção, precisamos acreditar totalmente na manifestação do nosso desejo. Não adianta ter 99,9% de certeza. Se restar 0,1% de dúvida de que não conseguiremos o que estamos intencionando, não vai colapsar a onda, e a cocriação não funcionará.

A importância do equilíbrio do ego

O ego é uma parte fundamental de nossa personalidade, é o que nos faz ter uma sensação de individualidade e identidade própria. Ele é formado pelas nossas crenças, valores, desejos e comportamentos, e muitas vezes pode ser a causa de desequilíbrios em nossas vidas.

Quando estamos trabalhando com intenção, é essencial que tenhamos um ego equilibrado, saudável e maduro. Isso porque o ego pode facilmente se tornar um obstáculo para a manifestação de nossos desejos.

Por exemplo, se estamos buscando manifestar um relacionamento amoroso, mas nosso ego está carente e inseguro, é provável que nossa intenção seja baseada na necessidade de preencher um vazio emocional, em vez de se basear em uma intenção divina e equilibrada.

Da mesma forma, se estamos buscando manifestar abundância financeira, mas nosso ego é movido pelo medo da escassez, nossa intenção será baseada em uma vibração negativa e limitante.

Por outro lado, quando temos um ego equilibrado, conseguimos estabelecer intenções mais elevadas e baseadas em amor e propósito divinos. Nesse estado, a manifestação de nossos desejos ocorre de forma mais fluida e natural, sem a resistência do ego.

O equilíbrio do ego é uma parte importante do trabalho interior que precisamos fazer para desenvolver nossa capacidade de intenção. É um processo contínuo de autoconhecimento, cura e desenvolvimento pessoal que nos permite acessar nossa verdadeira essência divina e manifestar nossos desejos mais profundos.

O “Intento” de Carlos Castaneda

Carlos Castaneda foi um antropólogo e escritor americano que ficou famoso por seus livros sobre o xamanismo mesoamericano. Ele passou vários anos estudando com o xamã Yaqui, Don Juan Matus, e aprendendo as técnicas do xamanismo.

Um dos conceitos mais importantes que Castaneda aprendeu com Don Juan foi o de “intentar”, ou seja, ter intenção. Segundo Don Juan, o universo é feito de energia e é governado por leis que são diferentes das leis do mundo cotidiano. Para manipular essa energia, é necessário ter intenção clara e focada.

O intento, segundo Don Juan, é a capacidade de se concentrar em uma ideia ou objetivo e manifestá-lo no mundo físico. Ele ensinou a Castaneda que o intento é como uma flecha lançada na direção do objetivo desejado, e que uma vez que a flecha é lançada, o universo começa a conspirar para tornar esse objetivo uma realidade.

No livro “O Poder do Silêncio”, Castaneda escreveu: “O intento é o que nos torna seres humanos. O intento é o que nos conecta ao universo”. Ele explicou que quando temos um intento claro e focado, nos tornamos capazes de manipular a energia do universo para criar a realidade que desejamos.

Castaneda também escreveu sobre o papel do intento no desenvolvimento pessoal e espiritual. Ele explicou que a prática do intento pode ajudar a superar limitações pessoais e a alcançar um estado de consciência superior.

Castaneda também escreveu sobre a importância de manter o intento secreto. Ele explicou que o intento é mais poderoso quando é mantido em segredo, porque a energia não é dissipada por meio de conversas ou pensamentos desnecessários.

Curso de Terapia Vibracional

A intenção para Helena Blavatsky

Helena Petrovna Blavatsky, também conhecida como HPB, foi uma escritora, filósofa e teóloga russa que teve grande influência na formação da Sociedade Teosófica, uma organização dedicada ao estudo da filosofia esotérica e das religiões comparadas. Em seus escritos, Blavatsky abordou diversos temas relacionados à espiritualidade, incluindo a intenção.

Para Blavatsky, a intenção é um aspecto fundamental da vida espiritual. Ela acreditava que a intenção é a base de toda ação e que, portanto, é importante ter uma intenção clara e positiva em todas as nossas atividades.

Além disso, Blavatsky ensinava que a intenção é capaz de influenciar o mundo ao nosso redor. Ela afirmava que a mente humana é capaz de enviar vibrações de energia que podem afetar outras pessoas e até mesmo o ambiente ao nosso redor.

Nesse sentido, Blavatsky acreditava que a intenção positiva pode ser uma ferramenta poderosa para a transformação pessoal e coletiva. Ela incentivava seus seguidores a cultivar a intenção de buscar a verdade, de praticar a virtude e de servir à humanidade.

No entanto, Blavatsky também alertava para os perigos da intenção negativa. Ela afirmava que a raiva, o ódio e outras emoções negativas podem enviar vibrações de energia que podem causar danos tanto para a pessoa que as emana quanto para aqueles ao seu redor.

Portanto, para Blavatsky, é importante cultivar a intenção positiva e evitar as emoções negativas. Ela acreditava que a meditação e a prática da compaixão são meios eficazes para desenvolver a intenção positiva e transformar nossa mente.

O budismo e a intenção

A intenção é um tema fundamental no budismo, pois acredita-se que ela seja a chave para alcançar a iluminação. Segundo os ensinamentos budistas, a intenção é o que motiva nossas ações, e é por meio dela que criamos nossas experiências e moldamos nosso destino.

O Buda ensinava que a intenção é uma das três faculdades mentais principais, juntamente com a atenção plena e a concentração. Essas três faculdades são consideradas as ferramentas essenciais para a prática da meditação e para o desenvolvimento da sabedoria.

No budismo, a intenção é classificada em três tipos: a intenção positiva, a intenção negativa e a intenção neutra. A intenção positiva é aquela que busca a felicidade e o bem-estar para si mesmo e para os outros.

A intenção negativa é aquela que busca a satisfação egoísta e prejudica a si mesmo e aos outros. E a intenção neutra é aquela que não tem uma direção definida, nem positiva nem negativa.

A prática budista busca desenvolver a intenção positiva e purificar a intenção negativa, pois acredita-se que a intenção é a causa fundamental do sofrimento humano. Quando a intenção é baseada no egoísmo e na ignorância, ela cria o apego, o ódio, a inveja e outras emoções negativas que nos levam ao sofrimento.

Por outro lado, quando a intenção é baseada no amor, na compaixão, na generosidade e na sabedoria, ela nos leva à felicidade e à liberação do sofrimento. Por isso, a prática budista enfatiza a importância de cultivar a intenção positiva e purificar a intenção negativa, por meio da meditação, da reflexão e da ação ética.

Além disso, o budismo ensina que a intenção está interligada com a lei do karma, que é a lei de causa e efeito. Segundo essa lei, nossas intenções e ações criam sementes que germinam e produzem frutos no futuro, seja nesta vida ou em outras vidas. Por isso, a prática budista busca desenvolver uma intenção consciente e virtuosa, para que possamos plantar sementes positivas e colher frutos de felicidade e liberação.

Livros sobre a Intenção

Carlos Castaneda – Passes mágicos

“Passes Mágicos”, escrito por Carlos Castaneda, é uma obra fascinante que mergulha profundamente no mundo da bruxaria e da experiência mística. O autor relata suas experiências pessoais com o xamã mexicano Don Juan Matus, explorando ensinamentos ancestrais, técnicas de poder e a busca por um conhecimento transcendental. Este livro é uma jornada única e envolvente que desafia a compreensão convencional da realidade e nos convida a explorar o desconhecido, mergulhando no mundo intrigante da magia e da sabedoria ancestral.

Juliet Adams – A Intenção Importa: A ciência de criar a vida que você deseja


“Juliet Adams – A Intenção Importa: A ciência de criar a vida que você deseja” é um guia inspirador para manifestar seus sonhos e objetivos. Juliet Adams explora a poderosa conexão entre intenção e realidade, baseando-se em princípios científicos e espirituais. Com insights práticos e exemplos convincentes, o livro mostra como direcionar sua intenção de forma eficaz para transformar sua vida. Descubra como a intenção consciente pode moldar o futuro e conduzi-lo em direção a uma vida mais satisfatória e realizada.

Conclusão

Em conclusão, a intenção é uma poderosa ferramenta que pode ser utilizada para controlar a realidade objetiva e cocriar a vida que desejamos. Ela é uma ordem para o Universo e só pode ser alcançada quando o ego está equilibrado e integrado à nossa centelha divina. A intenção é uma prática que foi ensinada por diversas escolas iniciáticas ao longo da história, como o Hermetismo, o Xamanismo e o Budismo, e está presente em muitas tradições espirituais até os dias de hoje.

A ciência moderna também tem explorado a relação entre a intenção e a energia, com estudos mostrando que a intenção pode influenciar a matéria e a realidade objetiva. No entanto, é importante lembrar que a intenção deve ser usada com responsabilidade, pois ela tem o poder de criar tanto o bem quanto o mal.

Para desenvolver a intenção, é necessário praticar o autoconhecimento e trabalhar no equilíbrio do ego. É importante aprender a liberar as crenças limitantes e cultivar a confiança em nosso próprio poder criativo. Além disso, é fundamental estar em sintonia com a frequência divina, permitindo que a abundância e a prosperidade fluam naturalmente em nossas vidas.

A intenção é uma prática que pode ser aplicada em diversas áreas de nossas vidas, como na terapia quântica, na meditação e até mesmo na vida cotidiana. Ao aprender a usar a intenção de maneira consciente e responsável, podemos nos tornar cocriadores de nossa própria realidade e viver uma vida mais plena e abundante.

Entre na lista

Inscreva-se para receber um presente e artigos semanais para aprofundar seus estudos:

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Descubra como parar de idealizar as pessoas, entendendo a psicologia por trás desse hábito e adotando estratégias para relações mais realistas.

atenção

Acabo de enviar um e-mail para você. Para garantir que receberá meu conteúdo, confirme sua inscrição clicando no link dentro do e-mail. Caso não encontre, verifique a caixa de spam. Aguardo você!

Inscreva-se no meu grupo

Inscreva-se no meu grupo do Telegram e receba diariamente artigos, vídeos, dicas de leitura, comunicados de lives e muito mais…