O que é Cura Energética e Cura Vibracional

cura energética e cura vibracional

Cura energética é uma abordagem holística que considera o ser humano em sua totalidade, abrangendo não apenas o corpo físico, mas também aspectos mais sutis do ser, como os corpos etérico, astral e mentais.

Este artigo reflete o conceito de cura energética, destacando a importância da auto responsabilidade e do envolvimento ativo do indivíduo no processo de cura.

Abordaremos como o equilíbrio dos cinco corpos dimensionais pode influenciar positivamente a saúde geral, o bem-estar e a qualidade de vida, e como o terapeuta vibracional atua como um facilitador nesse processo de transformação e harmonização energética.

O que é Cura Energética e Cura Vibracional

Quando abordamos o termo “energia” no contexto da metafísica e das terapias alternativas, estamos frequentemente nos referindo a um conceito que vai além da definição científica tradicional. Na ciência, energia é uma medida quantitativa que se manifesta de formas variadas, como térmica, elétrica, cinética, entre outras. No entanto, no campo da metafísica e das terapias alternativas, “energia” assume um significado mais abstrato, muitas vezes alinhado com o conceito de frequência vibracional.

A frequência vibracional, neste contexto, refere-se às supostas vibrações energéticas que emanam de todos os seres e objetos. Segundo essa perspectiva, tudo no universo vibra em diferentes frequências, e essas vibrações influenciam e moldam nossa realidade física e espiritual. A ideia é que as vibrações podem interagir e afetar o estado de outros sistemas vibratórios, como o corpo humano, influenciando o bem-estar e a saúde.

Dessa forma, quando falamos em “cura energética” em terapias alternativas, estamos de fato discutindo “cura vibracional”. Esse termo sugere um processo pelo qual a modificação ou o alinhamento das frequências vibracionais pode levar à melhoria ou restauração da saúde. A cura vibracional se baseia na crença de que ajustar as frequências vibratórias do corpo pode promover equilíbrio, harmonia e bem-estar.

Portanto, substituir o termo “cura energética” por “cura vibracional” pode proporcionar uma compreensão mais precisa e específica do que se pretende nesse campo. Ao usar “cura vibracional”, enfatiza-se a ideia de que as intervenções terapêuticas visam ajustar as vibrações ou frequências energéticas, alinhando-as de maneira a promover saúde e equilíbrio.

Redefinindo o termo cura

Quando utilizamos o termo “cura” no contexto de terapias alternativas e metafísica, estamos, na realidade, nos referindo ao conceito de equilíbrio. A premissa fundamental aqui é que as frequências vibracionais não “adoecem” no sentido convencional. Em vez disso, elas podem desviar-se de seu padrão vibracional ideal, que é associado à saúde e ao bem-estar. Portanto, o processo de “cura” é, na verdade, um esforço para reorganizar ou realinhar essas frequências, de modo que voltem a ressoar no padrão vibracional associado à saúde.

Quando um organismo vivo, como o corpo humano, desvia-se do seu padrão vibracional saudável, pode experimentar desequilíbrios ou doenças. Assim, a “cura” nesse contexto não significa eliminar um patógeno ou reparar um dano físico de forma direta, mas sim restaurar o padrão vibracional que é considerado ideal para a saúde.

O que é o corpo humano

O conceito de que o ser humano é composto por cinco corpos dimensionais expande nossa compreensão tradicional do corpo físico. Além do corpo físico, que é tangível e perceptível aos sentidos, existem outros quatro corpos que operam em diferentes dimensões ou planos: o corpo etérico, o corpo astral, o corpo mental inferior e o corpo mental superior.

Corpo Físico: Este é o corpo mais palpável e visível, composto de células, tecidos e órgãos. É o veículo através do qual interagimos com o mundo material.

Corpo Etérico: Funciona como uma ponte entre o corpo físico e os corpos mais sutis, sendo associado à energia vital que anima o corpo físico. É frequentemente visto como um molde ou uma matriz para o corpo físico.

Corpo Astral: Este corpo está associado às emoções e desejos, operando no plano astral. É o veículo da nossa expressão emocional e, muitas vezes, é considerado o assento da nossa personalidade.

Corpo Mental Inferior: Ligado ao pensamento racional e à mente concreta, este corpo é responsável pelo processamento de informações e pelo pensamento lógico.

Corpo Mental Superior: Este corpo está associado à mente superior ou abstrata, englobando aspectos como a intuição, o discernimento superior e a compreensão espiritual.

Reorganizar as frequências do ser humano implica em harmonizar não apenas o corpo físico, mas todos esses cinco corpos dimensionais. Cada um deles vibra em uma frequência específica e a desordem em qualquer um pode afetar o equilíbrio geral do ser.

Por exemplo, desequilíbrios emocionais no corpo astral podem impactar o corpo físico, e vice-versa. Portanto, uma abordagem holística para a saúde e bem-estar envolve considerar todas essas dimensões do ser humano, buscando alinhar e otimizar as frequências vibracionais de cada um dos corpos para promover harmonia e saúde integral.

A Primeira Cura Vibracional é do Corpo Físico

O equilíbrio das frequências vibracionais do ser humano começa com o corpo físico, que é a base para a harmonia dos demais corpos dimensionais. Para alcançar esse equilíbrio no corpo físico, três elementos são fundamentais: alimentação saudável, sono adequado e atividade física regular.

Alimentação Saudável: A qualidade dos alimentos que consumimos tem um impacto direto na nossa saúde física e nas frequências vibracionais do nosso corpo. Alimentos naturais, ricos em nutrientes, como frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras, fornecem a energia e os recursos que o corpo precisa para funcionar otimamente. Uma alimentação equilibrada ajuda a manter o corpo físico em sua frequência vibracional ideal, promovendo saúde e bem-estar.

Sono Adequado: O sono é essencial para a recuperação e a manutenção da saúde do corpo físico. Durante o sono, o corpo realiza processos de reparação celular, consolidação da memória e regulação hormonal, entre outras funções vitais. Um sono de qualidade contribui para o equilíbrio vibracional, permitindo que o corpo físico se restaure e se mantenha em harmonia.

Atividade Física: O exercício regular é outro pilar crucial para o equilíbrio do corpo físico. A atividade física estimula a circulação sanguínea, melhora a capacidade respiratória, fortalece o sistema imunológico e ajuda a regular o humor e o estresse. A prática regular de exercícios mantém o corpo físico vibrante e em equilíbrio.

Embora um terapeuta ou um profissional de saúde possa orientar e recomendar práticas para alcançar esse equilíbrio, o trabalho é intrinsecamente pessoal. Cada indivíduo é responsável por cuidar do seu corpo físico da melhor maneira possível, adotando hábitos saudáveis que promovam seu bem-estar e equilíbrio vibracional. Assumir a responsabilidade pelo cuidado do corpo físico é o primeiro passo essencial para harmonizar as frequências vibracionais de todos os corpos dimensionais e promover uma saúde integral.

cura vibracional

A Segunda Cura Vibracional é a Mente

O equilíbrio da mente é um aspecto crucial na harmonização das frequências vibracionais do ser humano, especialmente quando focamos no corpo mental inferior. Este corpo é o centro do ego, do inconsciente pessoal, das formas-pensamento e das crenças limitantes que influenciam diretamente nossa experiência no corpo físico.

Para equilibrar o corpo mental inferior, é essencial adotar práticas que cultivem uma mente saudável e positiva:

Consumo de Conteúdos de Qualidade: Assim como o corpo físico se alimenta de comida, a mente se alimenta de conteúdos. É importante escolher conteúdos que elevem a frequência vibracional da mente, como leituras enriquecedoras, programas educativos, e interações positivas. Evitar exposição excessiva a notícias negativas, violência ou conteúdo que gere estresse ou ansiedade é fundamental para manter a mente em equilíbrio.

Terapias e Autoconhecimento: Participar de terapias pode ser uma forma eficaz de explorar e curar aspectos do ego e do inconsciente pessoal. Compreender e integrar as sombras, ou aspectos reprimidos da personalidade, contribui para a saúde mental e o equilíbrio vibracional. Terapias podem ajudar a identificar e transformar crenças limitantes, promovendo uma visão mais clara e equilibrada da vida.

Educação e Desenvolvimento Pessoal: Investir no desenvolvimento de conceitos sobre a vida, a existência e o autoconhecimento é vital para equilibrar o corpo mental inferior. Estudar filosofias, psicologia, metafísica e outras áreas do conhecimento pode proporcionar insights profundos que ajudam a reestruturar formas-pensamento e crenças, alinhando a mente com frequências vibracionais mais elevadas.

O trabalho de equilibrar o corpo mental inferior é contínuo e requer dedicação. Ao cultivar uma mente equilibrada, reforçamos a base para o bem-estar integral, pois uma mente saudável influencia positivamente os outros corpos dimensionais, contribuindo para a harmonia geral do ser.

A Terceira Cura Vibracional é o que Sentimos

O cuidado com o corpo emocional, associado ao corpo astral, é essencial na busca pelo equilíbrio e bem-estar integral. O corpo astral é o depósito das nossas emoções e sentimentos primitivos, funcionando como um catalisador para nossa experiência vivencial. Reconhecer, aceitar e compreender nossas emoções são passos fundamentais para harmonizar esse aspecto do nosso ser.

Reconhecimento e Aceitação: O primeiro passo para trabalhar com o corpo emocional é reconhecer e aceitar as emoções, mesmo aquelas consideradas negativas, como raiva, inveja e angústia. Negar ou reprimir esses sentimentos pode causar desequilíbrios, manifestando-se em problemas no corpo físico ou em outros aspectos da vida.

Compreensão e Processamento: Após reconhecer e aceitar as emoções, é crucial buscar compreendê-las. Isso pode envolver autoanálise, reflexão ou até mesmo o auxílio de terapias que ajudem a identificar a origem desses sentimentos. Entender por que sentimos certas emoções em determinadas situações pode nos ensinar muito sobre nós mesmos e sobre como reagimos ao mundo ao nosso redor.

Aprendizado e Convivência: Aprender a viver com as emoções, reconhecendo que elas são partes integrantes da experiência humana, é vital. Isso não significa ser dominado por elas, mas sim entender que as emoções têm seu lugar e função. Desenvolver estratégias saudáveis para lidar com as emoções, como técnicas de respiração, meditação ou expressão artística, pode auxiliar nesse processo.

Ao cuidarmos do nosso corpo emocional, promovemos uma maior harmonia interna, que se reflete em todos os aspectos da nossa vida. O equilíbrio emocional contribui para o bem-estar físico, mental e espiritual, reforçando a importância de dedicarmos tempo e esforço para entender e harmonizar nossas emoções.

A Quarta Cura Vibracional é o Espirito

O cuidado com o espírito, associado ao corpo mental superior, é crucial para a harmonia e o equilíbrio integral do ser humano. O corpo mental superior é a dimensão de nós mesmos que permanece em constante equilíbrio, sendo uma fonte de sabedoria, paz e conexão com o aspecto mais elevado da nossa existência. O desafio não é equilibrar este corpo, mas sim manter ou restabelecer a conexão com ele.

Meditação: A prática da meditação é uma das formas mais eficazes de se conectar com o corpo mental superior. Ela permite aquietar a mente e as emoções, facilitando o acesso à sabedoria interior e à sensação de unidade com o todo. A meditação ajuda a transcender o ego e a conectar-se com a essência divina dentro de cada um.

Rituais Religiosos e Místicos: Participar de rituais religiosos ou místicos pode ser uma poderosa maneira de se conectar com o divino. Essas práticas, que variam amplamente entre diferentes tradições e crenças, proporcionam experiências que podem elevar a consciência e fortalecer a conexão espiritual.

Reconhecimento da Dualidade: Entender que somos compostos tanto pelo ego quanto pelo divino é fundamental. Reconhecer a presença do divino em nós mesmos nos ajuda a ver além das limitações do ego e a nos alinhar com valores mais elevados, como amor, compaixão e empatia.

Práticas Espirituais: Engajar-se em práticas espirituais que ressoam com o indivíduo também pode ajudar a fortalecer essa conexão. Seja através da leitura de textos sagrados, da prática de yoga, do canto de mantras ou da participação em comunidades espirituais, encontrar uma prática que nutra o espírito é essencial para manter essa conexão viva.

Ao cuidar do espírito e buscar manter uma conexão forte com o corpo mental superior, nós cultivamos uma vida mais plena e significativa, reconhecendo e integrando o aspecto divino da nossa existência em nosso dia a dia.

O Papel do Terapeuta Vibracional na Cura Energética

O terapeuta vibracional desempenha um papel fundamental no processo de harmonização e equilíbrio dos cinco corpos dimensionais, incluindo o etérico. A abordagem do terapeuta não se concentra em proporcionar uma cura instantânea, mas em guiar a pessoa através de um processo terapêutico que envolve uma variedade de ferramentas e técnicas. O objetivo é ajudar o indivíduo a compreender como seus hábitos e a falta de práticas consistentes contribuíram para o desequilíbrio atual.

Orientação e Educação: O terapeuta vibracional fornece orientações sobre como cada um dos cinco corpos dimensionais influencia o bem-estar geral. Ele educa o indivíduo sobre a importância do equilíbrio energético e como diferentes aspectos da vida impactam esse equilíbrio.

Ferramentas Terapêuticas: O terapeuta pode utilizar uma variedade de ferramentas, como a cura por cristais, terapia de som, Reiki, aromaterapia, entre outras, para auxiliar no processo de reequilíbrio. Estas ferramentas são selecionadas com base nas necessidades específicas do indivíduo e no tipo de desequilíbrio que está sendo abordado.

Mudanças de Hábito: Uma parte crucial do trabalho do terapeuta é instruir e motivar a pessoa a implementar mudanças concretas em seu estilo de vida. Isso pode incluir ajustes na alimentação, na rotina de exercícios, na gestão do estresse e na prática de mindfulness, entre outros. O terapeuta ajuda a pessoa a entender que a manutenção do equilíbrio é um processo contínuo que requer comprometimento e prática regular.

Empoderamento: O terapeuta vibracional visa empoderar o indivíduo para que ele se torne ativo em seu próprio processo de cura e equilíbrio. Isso envolve ajudar a pessoa a desenvolver uma maior consciência de si mesma e de como suas escolhas e ações impactam seu bem-estar em todos os níveis.

O trabalho do terapeuta vibracional é muito mais do que apenas aplicar técnicas de cura; é sobre orientar e apoiar a pessoa em sua jornada de autoconhecimento, autocuidado e transformação pessoal, promovendo mudanças sustentáveis que beneficiam o corpo, a mente e o espírito.

Auto responsabilidade Para a Cura Vibracional

No contexto da cura energética, a auto responsabilidade é essencial. A verdadeira mudança inicia quando a pessoa assume total responsabilidade por sua saúde e bem-estar. Isso envolve entender que, apesar de não podermos controlar todos os eventos externos, temos a capacidade de escolher nossas respostas a esses eventos e determinar nossas ações futuras.

Compromisso Pessoal com a Cura

Uma mudança duradoura não pode ser realizada por terapeutas ou médicos se a pessoa não estiver engajada em seu processo de cura e crescimento. Isso requer uma mudança ativa em hábitos, crenças e atitudes, um processo que necessita de disciplina, vontade e um compromisso contínuo com o autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Para iniciar um processo de cura energética, a pessoa deve se comprometer com mudanças que podem incluir ajustes na alimentação, exercícios físicos regulares, prática de meditação ou alteração de padrões de pensamento negativos. Essas mudanças exigem consistência e esforço diário para se tornarem efetivas e duradouras.

Desafios no Processo de Mudança

Modificar hábitos antigos e lidar com traumas ou aspectos pessoais desafiadores pode ser difícil e, às vezes, desconfortável. No entanto, a determinação em continuar o processo, mesmo diante de desafios, é crucial para a cura.

A cura energética se torna mais eficaz quando a pessoa reconhece que é totalmente responsável por sua vida. Isso significa parar de culpar outros ou circunstâncias externas pelas dificuldades e começar a olhar para si mesmo, reconhecendo a capacidade de fazer mudanças positivas.

Com esse entendimento de responsabilidade pessoal, o indivíduo pode seguir um caminho de cura mais profunda e significativa. A pessoa começa a perceber que pode influenciar sua saúde e bem-estar por meio de suas próprias escolhas e ações.

A cura energética é um processo que engloba o corpo, a mente e o espírito, e a chave para seu sucesso é a auto responsabilidade. Reconhecer e assumir essa responsabilidade não apenas inicia o processo de cura, mas também permite ao indivíduo criar uma vida mais saudável e equilibrada. Esse processo exige coragem, disciplina e dedicação, trazendo benefícios significativos e duradouros.

Livros sobre Cura Energética

David R. Hawkins – Poder vs. força os determinantes ocultos do comportamento humano

Este livro revela como distinguir entre ‘poder’ – uma força interna e positiva – e ‘força’ – uma energia externa e negativa. Hawkins utiliza o Mapa da Consciência para explicar como essas energias influenciam o comportamento humano, oferecendo insights sobre como viver de forma mais autêntica e poderosa.

Richard Gerber – Medicina Vibracional: Uma Medicina Para O Futuro

“Medicina Vibracional: Uma Medicina Para O Futuro” de Richard Gerber aborda a integração da medicina tradicional com as terapias energéticas. Gerber explora conceitos como campos de energia e frequências vibracionais, mostrando como estes podem ser utilizados para diagnóstico e cura, apontando para o futuro da medicina.

Eckhart Tolle – O Poder do Agora: Um guia para a iluminação espiritual

“O Poder do Agora: Um guia para a iluminação espiritual” de Eckhart Tolle é um convite à reflexão sobre a importância de viver o presente. Tolle ensina como libertar-se de pensamentos e emoções negativas, mostrando o caminho para uma vida de maior paz e realização pessoal.

Conclusão

A cura vibracional é um método que considera o ser humano de forma integrada, abordando diferentes aspectos como o corpo físico, o etérico, o astral, o mental inferior e o mental superior. Este processo de cura não acontece de maneira instantânea e exige a participação ativa da pessoa envolvida, que deve assumir responsabilidade por sua saúde e bem-estar.

O terapeuta vibracional atua como um orientador, fornecendo ferramentas e orientações, mas a eficácia da cura depende do empenho e das ações cotidianas do indivíduo. Para alcançar um estado de equilíbrio vibracional, são necessárias mudanças no modo de vida, esforços para aumentar o autoconhecimento, gestão adequada das emoções e desenvolvimento espiritual.

Assim, a cura vibracional incentiva cada pessoa a se envolver ativamente em seu próprio processo de autoconhecimento e mudança, enfatizando que a cura genuína provém do esforço individual. Ao ajustar e equilibrar as frequências dos cinco corpos, o indivíduo pode melhorar sua saúde, estabilidade emocional e clareza mental, contribuindo para uma vida mais satisfatória.

Esse método encoraja cada um a assumir controle sobre sua saúde e vida de maneira consciente e proativa, buscando uma melhoria contínua em todos os aspectos do ser.

Entre na lista

Inscreva-se para receber um presente e artigos semanais para aprofundar seus estudos:

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Como Parar de Idealizar as Pessoas

Descubra como parar de idealizar as pessoas, entendendo a psicologia por trás desse hábito e adotando estratégias para relações mais realistas.

atenção

Acabo de enviar um e-mail para você. Para garantir que receberá meu conteúdo, confirme sua inscrição clicando no link dentro do e-mail. Caso não encontre, verifique a caixa de spam. Aguardo você!

Inscreva-se no meu grupo

Inscreva-se no meu grupo do Telegram e receba diariamente artigos, vídeos, dicas de leitura, comunicados de lives e muito mais…