fbpx

Por que você quer ganhar dinheiro?

Por que você quer ganhar dinheiro? Essa é a primeira pergunta que devemos responder para termos prosperidade.
ganhar dinheiro

Esta aula é, mais especificamente, sobre o propósito relacionado ao dinheiro. E começo com uma pergunta fundamental: por que você quer ganhar dinheiro? Sem essa resposta clara em mente, somos como um barco sem rumo.

Inscreva-se para receber artigos toda semana

Nascemos em uma sociedade em que, desde pequenos, ouvimos que precisamos ganhar dinheiro. Essa afirmação acaba ficando registrada em nossas mentes, mas a verdade é que poucos de nós sabem dizer porque queremos ganhar dinheiro. Quando acreditamos que ganhar dinheiro é o nosso objetivo final, passamos a vida inteira correndo atrás dele sem qualquer objetivo específico.

Ganhar dinheiro não é um propósito; ganhar dinheiro é um meio para que se atinja um propósito. O dinheiro é, portanto, apenas um veículo de troca. Trocamos com ele objetos, sensações, experiências e tudo o que ele pode comprar. Mas ganhar dinheiro não é um propósito, e isso precisa ficar bem claro.

Por isso, vamos fazer, agora, um exercício. Para ele, pegue um caderno e escreva a seguinte frase: “Por que eu quero ganhar dinheiro?”. Então, embaixo da questão, respondam sinceramente os seus motivos para querer ganhar dinheiro. Esse é o primeiro passo para começarmos a entender o porquê de querermos o dinheiro em nossas vidas. Isso evita que simplesmente busquemos o dinheiro porque isso é um senso comum ou uma obrigação social.

Às vezes, encontramos jovens que querem ganhar muito dinheiro e, em alguns casos, eles até acabam ganhando. Alguns, antes dos 30 anos, já possuem pequenas fortunas. Porém, é justamente a partir desse ponto que começam a perceber que o dinheiro não lhes preencheu com um propósito interior. E nem poderia, visto que ele é apenas um transporte que nos leva a realizar algo. Por isso, sempre que queremos dinheiro, devemos querer fazer algo específico com ele, por exemplo, ajudar a família, fazer um curso, ter mais tempo livre, viajar etc.

Se não temos bem claro dentro de nós o que queremos fazer com esse dinheiro que estamos buscando conquistar, como disse anteriormente, somos um barco sem rumo. E quem não tem rumo é levado para qualquer lugar.

Quando isso acontece, passamos a vida com uma sensação de vazio, de trabalhar por trabalhar, de não estar indo para um caminho que dê frutos. Podemos até estar em uma atividade que pague bem, mas segue-se a ela o vazio de não deter um objetivo claro.

Por isso o exercício que sugeri é tão importante, porque, com o nosso propósito bem claro, cada passo que dermos será rumo a esse objetivo. Sabendo para onde estamos indo, o barco não estará sem rumo. Com esse exercício feito, tudo começa a fluir e passamos a ver se há valor ou não no que fazemos. O propósito é fundamental para darmos um rumo ao dinheiro.

Aqui na Terra, temos dois tipos de propósito em relação ao dinheiro: o propósito do ego e o propósito do Divino. Como vimos, o dinheiro, em si, é neutro, o que pode ser negativo é o uso que as pessoas fazem dele. Da mesma forma, a energia atômica não é negativa, negativa é a forma como o ser humano a usa, assim como o avião não é negativo, negativo é usá-lo para bombardear uma cidade. Nada que existe é negativo ou positivo, tudo é yin e yang. Portanto, a questão é quem está usando esses elementos. O ego usará com um tipo de propósito e o Divino usará com outro.

Voltando ao exercício, uma vez que definimos nosso propósito, vamos analisar se esse propósito é Divino ou egóico. Essa etapa nos mostrará se esse propósito nos trará felicidade ou não.

Notem que um mesmo propósito pode ter motivações ancoradas no Divino ou no ego. Por exemplo, podemos querer ter um carro para impressionar nosso vizinho ou para mostrar à família que “vencemos na vida”, ou seja, por motivos egóicos. Mas também podemos querer ter um carro para passearmos com nossas respectivas famílias, para melhorarmos nossa qualidade de vida, para não precisarmos pegar ônibus lotado, para podermos visitar parentes no interior – ou seja, podemos nos nutrir de propósitos Divinos.

Recapitulando o exercício, primeiro vamos nos perguntar: “Por que eu quero ganhar dinheiro?”. Uma vez que tenhamos essa resposta, faremos a segunda pergunta: “Esse propósito é Divino ou é egoísta?”.

Queremos ganhar dinheiro porque temos causas mal resolvidas, baixa autoestima e necessidade de nos provarmos superiores ou queremos dinheiro para ajudarmos as pessoas, darmos mais qualidade de vida para nossa família e podermos estudar mais?

Esses questionamentos podem se estender para outros propósitos de nossa vida. Por exemplo, alguém que quer ser diretor na empresa em que trabalha quer ser diretor por quê? Quer ser diretor para provar para a família que é capaz, para ter poder sobre outras pessoas ou para ser respeitado? Ego. Ou quer ser diretor para oferecer mais qualidade de trabalho para os funcionários, desenvolver sua criatividade e descobrir novos talentos? Divino.

Novamente, percebam como o propósito é o mesmo, mas quem está escolhendo ser o diretor e os motivos para essa escolha são completamente diferentes. E quem escolhe pelo ego, mesmo que chegue ao cargo de diretor, nunca estará satisfeito.

Sim, quem deseja com o ego, muitas vezes, também alcança seus objetivos, porque, para o universo, basta usarmos as regras certas para obtermos resultados. É como fazer um bolo. Quem sabe fazer bolo, não importa o seu objetivo, fará um bolo. Mas, como vimos, a questão é o depois. Isso porque o que mais vemos são pessoas se sentindo vazias porque foram ensinadas a buscar somente objetos materiais.

Porém, se é o caso de querermos ganhar dinheiro para colaborarmos com o todo, o dinheiro que nos chega alimenta algo que nos nutre internamente. Por exemplo, alguém com o propósito de ganhar dinheiro para dar aulas cada vez melhores, mesmo que seja em uma escola simples, ganhará o dinheiro e continuará com seu propósito de dar aulas. A alegria de fazer o que gosta, de passar conhecimento para outras pessoas, essa pessoa terá até o fim da vida, porque possui um propósito que a preenche, que dá sentido ao fato de estar aqui na Terra.

No entanto, quando realizamos um propósito egóico, criamos um vazio interno. Isso porque, diferentemente do que nossa sociedade prega, dinheiro e bens materiais não dão sentido à vida.

Posso ter um iPhone 11 porque a tecnologia dele é boa e porque ele faz bons vídeos, o que me permite posso realizar um projeto de fazer lives. Ou posso ter um iPhone 11 para ostentar e mostrar para os outros que eu o tenho. Só que logo o iPhone 12 é lançado e o 11 não será mais suficiente. Alguém vai ter o iPhone 12 e, com isso, iremos nos sentir inferiores em relação a essa pessoa. Nesse exemplo, mais uma vez fica claro que quem escolhe o propósito é que lhe dá significado.

Se ao fazer o exercício, a conclusão a que você chega é a de que o seu propósito para ganhar dinheiro é baseado no ego, aconselho que desmembre essa vontade. Dessa forma, você chegará à conclusão de que ela trará problemas.

Isso não é à toa, pois o ego não tem capacidade consciencial e energética para compreender as próprias ações, buscando sempre o significado da sua existência no exterior. Diferentemente do Divino, que é a fonte de tudo.

Livros Recomendados:

Copyright do texto © 2022 Tibério Z Dados internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida ou usada de qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, inclusive fotocópias, gravações ou sistema de armazenamento em banco de dados, sem permissão por escrito, exceto nos casos de trechos curtos citados em resenhas críticas ou artigos de revistas. (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ISBN: 978-65-00-27681-7

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante:Esse site faz uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.